quarta-feira, 29 de outubro de 2008

No tapa

Começou a briga por cargos.
Li na coluna From, do jornalista Luiz Melo hoje no Diário do Amapá, que o cargo de secretário estadual de Turismo já está sendo disputado a tapa.
E o Melo sabe das coisas.

A Secretaria de Turismo (Setur) era a fatia da deputada federal Fátima Pelaes no governo do Estado, como Fátima não acompanhou o candidato do Setentrião na disputa pela Prefeitura perdeu sua fatia do bolo da administração estadual.
Uma fatia muito cobiçada, diga-se de passagem.

Bom dia!

"Onde não há poesia a vida pesa como chumbo"
(Manoel Bispo)

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Gente do carnaval

Ary e Lamparina, diretores de bateria do Maracatu da Favela

Tudo contaminado

O lençol freático de Macapá está totalmente comprometido”, foi o que disse agora há pouco, em entrevista à TV-Amapá, o diretor do Departamento de Vigilância Sanitária Arnaldo Ballarini.
O motivo: a falta de saneamento.
Macapá tem 500 mil habitantes, a rede de esgoto atinge apenas 2% da população, portanto 98% dos macapaenses utilizam fossas sanitárias. Como também a água tratada chega apenas a uma minoria, a maioria das casas têm poços amazonas ou artesianos, que são abertos a poucos metros das fossas.
Em Macapá temos epidemias e epidemias causadas pela água”, diz Bailarini, acrescentando que qualquer pediatra pode confirmar que a maioria das doenças que acometem as crianças são causadas pela água.

Já volto

Vou ali atrás de umas notícias. Volto daqui a pouco.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Bom dia!

No mistério do Sem-Fim
equilibra-se um planeta.
E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro,
no canteiro, uma violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro,
entre o planeta e o Sem-Fim
a asa de uma borboleta.

(Cecília Meireles)

Artigo

O Amapá e o Príncipe, de Maquiavel
Yashá Gallazzi

Terminada a apuração eleitoral em Macapá, não posso dizer que o resultado das urnas me surpreende. Pelo contrário, eu já o esperava. Falei desde o primeiro momento que o candidato do governador não perderia a disputa, não importando o que precisaria ser feito para garantir o triunfo do Góes e a consolidação do atual grupo político que tomou de assalto as instituições públicas do Amapá.
O grupo hegemônico de poder construiu um tal arco de influências capaz de fazer inveja ao ditador da Venezuela, Hugo Chávez. Estão sob as ordens "da turma do azul" os três Senadores da República, praticamente todos os Deputados Federais, a maioria avassaladora da Assembléia Legislativa e a quase totalidade da Câmara de Vereadores. Não bastasse isso, ainda se curvam ao comando central a OAB/AP, a Defensoria Pública, o comando do Ministério Público Estadual e boa parte do Poder Judiciário. É pouco? Incluam aí também as rádios, as televisões e os jornais impressos, além da maior parte do empresariado e das lideranças evangélicas. A Prefeitura ainda não estava – ao menos oficialmente – sob o "manto azul". Agora está.
O Amapá está sob controle de uma força que aglutinou a maioria esmagadora dos partidos e das lideranças políticas em torno de um projeto familiar de poder que fincou, hoje, as bases necessárias para durar cerca de vinte ou trinta anos. Estamos a um passo da ditadura, a pior das ditaduras possíveis: aquela feita por meio do estupro e do vilipêndio das instituições e do sistema de liberdades democráticas. É o totalitarismo implantado por meio da ordem legal estabelecida, tendo como fim último a destruição desta mesma ordem em benefício daqueles que não têm escrúpulos em vencer eleições por meio da compra de votos, da coerção – física e psicológica – dos eleitores.
Sim, há os otimistas que enxergam na forte divisão eleitoral registrada neste pleito uma esperança de dias melhores. Não estou entre estes. Acho que o otimista é apenas uma pessoa mal informada sobre os fatos e os fatos acerca da situação sócio-política do Amapá são desalentadores. Enquanto o grupo que detém o poder puder contar com os recursos financeiros daquele cacique que foi escorraçado do Maranhão, será muito difícil acreditar em dias melhores. O auto-proclamado escritor – que só consegue algum reconhecimento em face da evidente pobreza literária que se verifica no Brasil atual – tem o poder de derramar tanto dinheiro quanto necessário para eleger seus aliados. Não tenham dúvidas: trata-se de uma máquina praticamente imbatível.
O que mais me empurra para o ceticismo em relação ao futuro do Amapá são alguns aspectos – como direi? – "curiosos" do chamado "jeito de ser do povo daqui." Sim, há pessoas contrárias ao projeto de poder comandado pelos "azuiszinhos". Sim, há gente de bem que se opõe ao achincalhamento da ordem democrática que está em curso no Amapá. Mas é impressionante a enorme – e majoritária – quantidade de gente que se deixa envolver pela pequenez terceiro-mundista daqueles que se pretendem a vanguarda política daqui. São pessoas – e grupos – que não estão nem um pouco preocupados com a situação miserável do estado e da cidade, só querem saber de encontrar um meio para ganhar algumas migalhas oriundas do banquete realizado com os recursos públicos. Há, no Amapá, gente demais convencida de que a única coisa que importa é tentar conseguir alguma vantagem por meio do conchavo e das negociações escusas. São pessoas que aceitaram o provincianismo rastaqüera e o subdesenvolvimento crônico deste estado, tudo em troca de algum privilégio mesquinho que lhes garanta a sensação de fazer parte do grupo dominante. Não fazem! São apenas instrumentos usados pela canalha para atacar as instituições, a democracia e a liberdade.
Há quem comemore e tenha esperanças nesta noite de 26 de outubro de 2008. Eu não. Olhemos friamente os fatos: somos o estado da federação que deu a Sarney sua maior e mais expressiva vitória eleitoral, permitindo ao Senador uma sobrevida que o nordeste tão pobre e dependente insiste em lhe negar reiteradamente. Um povo capaz disso não pode ter muitos auspícios positivos. Somos a vanguarda do atraso, o último grande rincão do país, a única capital do Brasil onde o povo não é dono do seu destino. Estamos nas mãos deles. Podem fazer o que quiserem, como quiserem e quando quiserem.
Aos que insistem em nutrir alguma esperança, digo que o Amapá precisará de observadores da ONU e do exército nas próximas eleições. Aliás, talvez seja melhor pedir ajuda diretamente à OTAN e seus soldados. Não somos mais donos de nossas vidas, nem dispomos de faculdades mentais suficientes para extirpar a corja que se aboletou no poder. Reconheçamos nossa situação temerária. Só depois de aceitar a lama em que estamos enterrados até o pescoço é que poderemos pensar em melhorar. E que se note bem: eu disse pensar. Para melhorar, de fato, será preciso muito mais.


(Leia outros artigos de Yashá Gallazzi clicando aqui)

domingo, 26 de outubro de 2008

Roberto Góes é eleito prefeito de Macapá


O povo festeja

Faltando muito pouco para o final da apuração, militantes do PDT já estão nas ruas festejando, fazendo buzinaço e soltando foguetes.
Mas a grande comemoração será na praça beira-rio, na frente da cidade.
Daqui a pouco o prefeito eleito Roberto Góes e a vice Helena Guerra concendem entrevista coletiva no principal comitê de campanha, conhecido como Espaço 12.

85% apurados

Roberto Góes (PDT) - 51%
Camilo Capiberibe (PSB) - 48%

Góes continua na frente

Apurados 75% dos votos, o candidato do PDT, Roberto Góes continua na frente com 51%. Camilo Capiberibe (PSB) tem 48%.

Começou a apuração

Roberto Góes (PDT) está na frente.

A FRASE

"Os Estados Unidos, que sempre pensou que poderia controlar o mundo, está vendo o povo acreditar em uma pessoa que defende democracia e desenvolvimento. Aqui também é assim. A gente precisa lutar pelo nosso direito e não agredir, perseguir e denegrir a imagem de ninguém."
(Governador Waldez Góes, hoje na escola Zolito Nunes, em entrevista ao Terra)

Atitude muito suspeita

Dois carros com policiais civis portanto armamento pesado passaram um tempão seguindo o ex-senador João Alberto Capiberibe, pai do candidato Camilo Capiberibe (PSB).
Incomodado com isso, Capiberibe denunciou ao TRE-AP.
Os juízes Marconi Pimenta e Alaíde de Paula imediatamente foram ao local. Abordaram os policiais que disseram que estavam apenas fazendo o policiamento da cidade.

Mais dois mesários presos

A Justiça Eleitoral e a Polícia Federal prenderam mais dois mesários aliciando o eleitor, elevando para cinco o número de prisão de mesários.
Um foi preso porque estava bêbado e os outros quatro porque tentavam aliciar os eleitores a votarem no candidato Roberto Góes (PDT)

Mesários presos

Eu já disse aqui que Macapá não é La Bamba mas é onde tudo acontece. E o que aconteceu hoje de manhã em três seções eleitorais talvez seja inédito no país.
Um mesário chegou à seção onde teria que trabalhar bêbado e com propaganda de um candidato.
Outros dois mesários foram presos porque estavam tentando conquistar o voto do eleitor na própria mesa.
Os três estão presos na sede da Polícia Federal.

Seis urnas substituídas

Em Macapá, até agora, apenas seis urnas apresentaram problemas e foram imediatamente substituídas. Quatro estavam travando e duas apresentaram problemas na inicialização.

Que vença o melhor pra Macapá


sábado, 25 de outubro de 2008

Retrato da cidade

Praça Floriano Peixoto

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Debate da TV Amapá - Começou

Tá assistindo?
Então ajude este blog a fazer uma seleção
das melhores frases
das mais engraçadas
das mais ridículas
das mais escalafobéticas.

Vale também uma seleção das promessas mais mirabolantes.

Debate da TV Amapá

Hoje, às 21 horas, logo depois da novela "A Favorita" tem debate na TV-Amapá (canal 6) entre os candidatos Roberto Góes (PDT) e Camilo Capiberibe (PSB).

Vai assistir?
Então ajude este blog a fazer uma seleção das melhores frases e também das frases mais engraçadas, mais ridículas e mais escalafobéticas dos candidatos.
Vale também uma seleção das promessas mais mirabolantes.

Pesquisa do Ibope

Pesquisa do Ibope que seria divulgada hoje no jornal do TV-Amapá (Globo) foi impugnada.
Ainda não sei os motivos. Assim que souber venho contar pra vocês.

Gente que tem luz própria

Jornalista Dione Amaral, assessora de comunicação do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá. Ela é jovem, dinâmica e muito competente. E sabe perfeitamente que as relações entre o assessor de imprensa e os jornalistas de redação têm que ser baseadas no respeito e na ética. Um exemplo a ser seguido.

Ninguém fugiu

Justiça seja feita. Nem Roberto Góes (PDT) nem Camilo Capiberibe (PSB) fugiram do debate que a Band Macapá (Canal 4) faria ontem.
Nota divulgada no sítio da campanha de Roberto Góes (www.robertogoes12.can.br) esclarece que às 20h34 de ontem a coligação Nosso Forte é Macapá (PDT-DEM-PSDB-PTdoB-PSL) recebeu “correspondência enviada pela direção da TV Macapá (Band – Canal 4), na qual informava do cancelamento do segundo Debate das Eleições Municipais 2008, que deveria ir ao ar às 22 horas.”
Camilo Capiberibe não foi comunicado do cancelamento, por isso na hora marcada estava lá.
O debate foi autorizado pela Justiça Eleitoral.
Mas por que a Band resolveu cancelar?
De birra, ora.
Ficou com raiva e fez beicinho porque a coligação de Camilo Capiberibe colocou em dúvida a conduta ética e profissional da emissora.
Pode? Em Macapá tudo pode. Aqui não é La Bamba mas é onde tudo acontece.

Hoje, na TV Amapá, depois da novela “A Favorita” acontece o debate mais esperado deste segundo turno. Os dois candidatos confirmaram presença.

Fique ligado.


Os amapaenses que estão fora do Amapá podem acompanhar o debate pelo blog Repiquete (http://alcilene.zip.net/), que vai fazer a cobertura ao vivo.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Sobre o debate da Band

Às 22h o apresentador Pedro Valeda, que mediaria o debate da Band Macapá entre os candidatos Roberto Góes (PDT) e Camilo Capiberibe (PSB) entra no ar, lê a sentença da Justiça Eleitoral autorizando a realização do debate e após isso informa que o debate está cancelado porque o candidato Camilo havia entrado na Justiça.
Sim. E daí?
Ele tentou impugnar o debate, mas a Justiça autorizou a realização. Portanto, o debate tinha que ser feito. Camilo estava lá na hora marcada. Roberto Góes não.
Isso parece brincadeira.
Parece coisa de garotinho birrento, que diz pro outro "ah, tu foste fazer fuxico então agora eu não brinco mais contigo".
Ora, se o debate estava autorizado tinha que ser feito. Se Camilo não fosse, que o tempo do debate fosse usado para entrevistar o candidato Roberto Góes. Se Roberto não foi e Camilo estava lá, então que fosse entrevistado.
É o que diz a lei. Ou não?

Debate da Band

O candidato Camilo Capiberibe (PSB) já está na Band para participar do debate marcado para às 22 horas. Roberto Góes (PDT) ainda não chegou.
Uma fonte da Band acaba de me informar que a emissora não está preparada para a realização do debate, pois acreditava que Camilo não compareceria.
Agora o PSB exige da direção da emissora que seja cumprida a legislação que determina que na ausência de um dos candidatos, o tempo do debate deve ser usado para entrevistar o candidato presente.
A coisa tá feia por lá.
Mas o que levou a Band a achar que o candidato do PSB não iria comparecer?
O PSB recorreu ao TRE tentando impugnar o debate alegando que as regras não estavam claras, mas a Justiça Eleitoral indeferiu o requerimento do partido e autorizou a realização do debate.
Camilo está lá. Roberto não.
Vamos aguardar até às 22 horas pra ver o que rola.

Vale tudo

Dois homens se passando por membros da Comissão de Fiscalização e Propaganda do TRE estão retirando cartazes e banners de Camilo Capiberibe, alegando que este tipo de propaganda está proibido.
Numa das casas que eles fizeram isso ontem à noite foi de um micro empresário do setor de panificação.
Fique ligado!
Se eles baterem à sua porta ligue imediatamente para o Fiscal da Democracia (9911-2008 e 9119-2008) para que o TRE pegue os engraçadinhos no flagra.

Tô por fora

Ontem, com uma gripe braba, fiquei fora do ar, portanto não pude checar informações que me passaram dando conta que dois ônibus da campanha do Roberto Góes foram apreendidos pela PF, motoqueiros foram presos recebendo ticket combustível do PSB e algumas escolas estaduais suspenderam as aulas para que os alunos participassem da caminhada da Juventude 12.

Espera um pouquinho

Tô indo ali atrás de umas notícias e já volto.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

De olhos arregalados

Para garantir eleições limpas os juízes eleitorais Rommel Araújo, João Guilherme Lages, Marconi Pimenta e Alaíde de Paula já quase nem dormem investigando as denúncias que chegam pelo "Fiscal da Democracia" (9911-2008 e 9119-2008) e pegando certas figurinhas com a boca na botija.
Este quarteto está de olhos arregalados, vigiando tudo, para impedir a compra de votos, o uso da máquina e toda e qualquer patifaria que suja o pleito.
E com eles o pau que bate em chico bate em francisco, o que bate no soldado bate no coronel.

Olha só o que ele disse

"Quando o presidente Sarney me chama pra dizer ‘João, nós precisamos de você e do seu grupo’, eu tenho certeza de que essa eleição vai ser decidida voto por voto, e não podemos de jeito nenhum perder estas eleições."
(Prefeito João Henrique ao anunciar apoio a Roberto Góes e confessando que o fez por ordem de Sarney)

Eu, hein!

"A história de Macapá vai registrar com letra de ouro, registrar no ponto mais alto, que João Henrique foi um dos melhores prefeitos de Macapá."
(Deputado Paulo José, ontem na sede do PR, durante a solenidade em que o prefeito João Henrique anunciou seu apoio a Roberto Góes)

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Boa noite!

"Senhor! Que buscas Tu pescar com a rede das estrelas?"
(Mario Quintana)

A adesão do João

Depois de passar três meses apanhando do PDT mais do que galinha pra largar o choco, o prefeito João Henrique está neste momento anunciando solenemente sua adesão ao candidato pedetista.
A cerimônia de adesão está ocorrendo na sede do PR.
João Henrique tomou esta decisão após uma conversa ontem com o senador José Sarney (PMDB).
Cá pra nós, apesar de ter sido um péssimo prefeito nos últimos anos JH não merecia passar por essa humilhação. Vocês não acham?

Alerta!

Ele está na cidade.
E quando ele bota as botas nestas paragens acontecem coisas que até o capeta duvida.

Justiça manda apreender barcos

O juiz Edison Moreira Grillo Júnior, da 1ª Vara da Justiça Federal em Belém, ordenou o sequestro das três embarcações paraenses envolvidas na matança de golfinhos, na costa do Amapá. Os barcos pesqueiros "Graça de Deus IV", "Damasco III" e "Mendonça", que são do município de Vigia de Nazaré, nordeste do Pará, ficarão sob a guarda da Capitania dos Portos, em Belém.

O sequestro foi solicitado pelo Ministério Público Federal para garantir, posteriormente, em caso de condenação, o pagamento da indenização por danos. O valor pedido pelo MPF é de R$ 5 mil por cada golfinho morto. No total, se condenados, os três acusados podem pagar até R$ 415 mil pelos 83 botos mortos.

O crime aconteceu em fevereiro do ano passado.

Feliz aniversário!

Gente que eu amo fazendo aniversário hoje
Professora Idália Lobato, esposa do professor Paulo Lobato, ambos já aposentados. Idália era uma das melhores amigas de minha mãe e uma espécie de segunda mãe nossa.
Bonita, alto astral, religiosa, Idália, além de excelente professora de Geografia, é uma grande costureira. Foi ela que fez os meus vestidos de 15 anos e de casamento.
Professora Idália, a senhora mora no coração da gente.
Este blog faz barulho de alegria também para esta coisinha mais linda e mais fofa do mundo. É a Emilinha, minha sobrinha neta. Filha de Allan e Emília, essa princesa é um presente de Deus para nós.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Pirou de vez

As últimas inserções do PDT no rádio e televisão mostram que deu a louca nos marqueteiros de Roberto Góes.
De todos os prefeitos eleitos de Macapá desde a primeira eleição para prefeito, em 1985, apenas João Alberto Capiberibe não está no palanque do PDT.
Azevedo Costa (PMDB), Papaléo Paes (PSDB), Anníbal Barcellos (DEM) e João Henrique (PT) são aliados de Roberto neste pleito.
Se eles transformaram a cidade jóia da Amazônia na pior capital do país por que Roberto Góes quer governar com eles?
Ah, não vale dizer que foram os vices que acabaram com a cidade. Raquel Capiberibe (PSB), vice de Azevedo Costa, e Cláudio Pinho (PSB), vice de Papaléo Paes, como qualquer vice não eram ouvidos nem cheirados, não mandavam, não apitavam, não davam pitaco em nada. Vice é figura decorativa. Ou será que no governo Waldez quem manda é o vice Pedro Paulo (PP)?

É isso que dá ir na corda do Sarney e importar marqueteiro do Maranhão.
Paracy Negreiros - que fez a campanha no primeiro turno - é doze mil vezes melhor que eles.

O tímido "C" da Fátima

Olha aí a deputada Fátima Pelaes (PMDB) toda sem jeito tentando fazer o "C" na sede do PSB, sexta-feira, quando anunciou seu apoio a Camilo e Randolfe.

A foto é do sítio www.camilo40.can.br

Fiscal da democracia

Desde sexta-feira o TRE-AP tem mais um número de celular para receber denúncias de crimes eleitorais. É o 9911-2008.
Portanto, se você quer eleições limpas não hesite em ligar ou mandar mensagem de texto para os celulares 9119-2008 e 9911-2008 quando se deparar com alguém praticando crime eleitoral.

Calmaria

Segunda-feira de calmaria, até agora, na política.
Será que até o comecinho da noite não vai estourar alguma bomba por aí?
Às vezes eu acho que político é igual criança sapeca. Quando você pensa que ele está quietinho, na verdade está escondido fazendo alguma estripulia.

De Mario Quintana

"Já repararam? A má reputação sempre fez parte da fama..."

domingo, 19 de outubro de 2008

Pra começar bem a semana

Não Sei
(Cora Coralina)


Não sei... se a vida é curta
ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser:
colo que acolhe,
braço que envolve,
palavra que conforta,
silêncio que respeita,
alegria que contagia,
lágrima que corre,
olhar que acaricia,
desejo que sacia,
amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo,
é o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
não seja nem curta,
nem longa demais,
mas que seja intensa,
verdadeira, pura...
Enquanto durar.

sábado, 18 de outubro de 2008

Boa tarde!

"Amigo é aquela criatura que escuta todas as nossas coisas sem aquela cara que parece estar dizendo: - E eu com isso?" (Mario Quintana)

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

PF e TRE apreendem carro do Governo

Este Vectra prateado, placas NEN-3273, da Casa Militar do Governo do Amapá foi apreendido pelos juízes eleitorais Rommel Araújo de Oliveira e Guilherme Lages no começo da noite, no bairro Zerão, pertinho da sede dos Magistrados.
Dentro do carro os juízes, membros da comissão de Fiscalização e Propaganda e agentes da PF, encontraram uma grande quantidade de santinhos e adesivos e outros impressos de propaganda de Roberto Góes (PDT) - candidato do governo a prefeito de Macapá.
A denúncia chegou ao TRE pelo celular "Fiscal da Democracia" (9119-2008). Tão logo receberam a denúncia, os juízes, acompanhados da PF, se dirigiram ao local e lá constataram que realmente se trata de um carro do Governo, usado pela Casa Militar e nele estavam dois policiais militares que fazem a segurança do governador Waldez Góes (PDT).
No momento da apreensão o governador estava nas pontes daquele bairro fazendo campanha para Roberto Góes.
O carro e todo o material de propaganda foram apreendidos e os policiais levados para prestar depoimento na Polícia Federal, onde ainda se encontram.
Usar em campanha política bens pertencentes ao Governo é conduta vedada pela legislação eleitoral. Por conta disso, o governador Waldez Góes pode ser denunciado por improbidade administrativa.

Extra! Extra!

Polícia Federal e TRE-AP apreenderam no começo da noite um carro da Casa Militar do Governo do Amapá com propagandas do candidato Roberto Góes (PDT).
Já venho contar os detalhes pra vocês.

Coisa boa

Jornalista Volnei Oliveira, poeta Osvaldo Simões e o escritor e professor Rostan Martins

No quintal da minha casa é sempre assim. Amigos reunidos num bate-papo gostoso, sem pressa, sobre poesia, política, jornalismo e também sobre assuntos menos sérios. Há sempre um cafezinho ou chá, biscoitos, bolos e tapioquinhas para receber as pessoas que eu e minha família queremos bem.
O papo rola durante horas. De vem em quando uma pausa para admirar os passarinhos que passeiam pelo quintal sem se importar com a nossa presença.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Crime eleitoral na hora da sesta

A Polícia Federal e o TRE-AP prenderam agora à tarde doze motoqueiros e dois representantes do PDT no comitê do ex-candidato Moisés Souza (PSC), na avenida Feliciano Coelho no bairro do Trem.
Os motoqueiros estavam recebendo tickets de combustível e em troca tinham que circular com bandeiras e adesivos de Roberto Góes.
A denúncia foi feita ao juiz eleitoral Marconi Pimenta por um morador daquela área que achou estranho o entra-e-sai no comitê em plena hora da sesta, quando a cidade quase toda dorme.
A Comissão de Fiscalização e Propaganda do TRE, acompanhada da Polícia Federal, seguiu para o local e constatou a prática do crime eleitoral.
Foram apreendidos mais de cinco mil reais em tickets.
As 14 pessoas presas estão neste momento prestando depoimento na Polícia Federal.

Debate na Tucuju

Assistiu?
Gostou?
Na sua opinião esse debate serviu para alguma coisa?

Da caixinha de comentários

"Que diabos é zeladoria urbana?"
Teresa

"O Barcelos e o Papaléo algum dia foram filiados ao PSB?"
O macaco quer saber

Debate na Tucuju - E nas considerações finais...

Roberto Góes:
“A verdadeira mudança somos nós”.

Camilo Capiberibe:
“No segundo turno tem dois caminhos: um é manter essa parceria que transformou Macapá na pior capital do país. O outro é a mudança”.

Debate Tucuju - Bloco IV

De Roberto para Camilo:
“Eu não sei o que o deputado Camilo fala tanto em mudança. Que mudança?”

“Não vou ser um prefeito de gabinete almofadinha que fica esperando tudo o que o papai dá”.

De Camilo para Roberto:
“Vamos fazer um asfalto de qualidade e não esse asfalto sonrisal”

“O candidato promete muito. O governo do partido dele prometeu construir dez mil casas e creches e hoje prometem merenda escolar nas férias.

Debate Tucuju - Bloco III

Frases:

De Roberto para Camilo:
“Vamos criar a zeladoria urbana”

“Em 20 anos de Prefeitura o PSB não fez nenhum concurso público”

Debate Tucuju - Bloco II

Frases

De Roberto para Camilo:
“Macapá ta do jeito que ta porque o PSB administrou o município por 20 anos”

De Camilo para Roberto:
“Eu acho que o candidato errou no tempo e no espaço”.

Debate na Tucuju - Bloco I

Frases

De Camilo para Roberto:
“O passado não é favorável ao candidato cujo governo prometeu construir 10 mil casas populares”


“Em fevereiro eles faziam a parceria nota 10 e estavam abraçados na Marquês de Sapucaí”

De Roberto para Camilo:
“A zeladoria urbana vai limpar a cidade”

“O deputado Camilo quer renegar o passado”

“O PSB já governou Macapá por 20 anos. É muito discurso e pouca prática”

Debate na Tucuju

Tá assistindo?
Então comenta aí.

Extra! Extra!

Acabei de receber a informação de que equipes da Polícia Federal e do TRE-AP estão neste momento no comitê do Moisés Souza, ali na Feliciano Coelho pertinho do Iesap.
Vou checar a informação e venho contar pra vocês.

Gitinhas...

Com tanta promessa mirabolante que os candidatos estão fazendo (como trazer a banda larga e dar café, almoço, merenda e jantar nas escolas), que ninguém se espante se qualquer dia desses no horário eleitoral um dos candidatos aparecer prometendo que vai criar um programa de financiamento para o povo macapaense plantar jerimum e exportar para os Estados Unidos, onde a procura é grande no Halloween.

Hoje tem debate entre os candidatos Camilo Capiberibe e Roberto Góes, às 13h20 na TV Tucuju, canal 24.
O debate – que tem seis blocos – será mediado pelo jornalista Reginaldo Borges.

Heloísa Helena (Psol) e Erundina (PSB) estarão amanhã em Macapá. Elas vem participar de comício de Camilo Capiberibe (PSB) e gravar para o programa eleitoral.

Ontem à noite soltaram mais um diabinho com um tridente afiado. Circulou o boato de que Sarney havia dado ordens para Roberto Góes (PDT) renunciar à candidatura, abrindo espaço para Lucas Barreto (PTB) que, segundo o diabinho, seria capaz de ganhar de lavagem de Camilo Capiberibe.

A petezada não se entende de jeito nenhum. Deputada Dalva Figueiredo está no palanque de Roberto Góes e o prefeito reeleito de Santana, Nogueira, está no palanque de Camilo Capiberibe.

Apesar de achar que o PDT contribuiu muitoooooo para a derrota de Geovani Borges (PMDB) em Santana, o grupo do Borges é Roberto Góes até debaixo do rio Amazonas em Macapá.

Mas a deputada Fátima Pelaes, candidata derrotada do PMDB em Macapá, não vai seguir a orientação dos Borges. Ela deve apoiar Camilo Capiberibe ou ficar quietinha no seu canto.

Uma historinha pra descontrair

Ex-governadora e deputada federal Dalva Figueiredo (PT), segundo as línguas mais afiadas da cidade, estava numa tristeza que dava dó por causa do seu fraco desempenho nas urnas. Ela teve apenas 5% dos votos, o que é muito pouco para quem já governou o Estado e era a candidata do presidente da República a prefeita de Macapá.
Contam as línguas afiadas que Dalvinha, se sentindo tão só, tão abandonada, chorava um rio de lágrimas quando não mais que de repente um jovem cavalheiro surge na sua frente e na falta de um lenço oferece-lhe uma camiseta azul para enxugar suas lágrimas.
A partir daí, Dalvinha não parou mais de cantar assim:

Estava na tristeza que dava dó
vivia vagamente
e andava só
mas eis que de repente
me apareceu um brotinho lindo
que me convenceu, dizendo
que eu devia vestir azul,
que azul é cor do céu e seu olhar também
Então o seu pedido me incentivou
vesti azul...

Camilo na frente

Pesquisa do Ibope divulgada ontem à noite pela TV Amapá mostra Camilo Capiberibe (PSB) na dianteira com 54% das intenções de voto. Roberto Góes (PDT) tem 37%.
O Ibope entrevistou 504 eleitores nos dias 13 (segunda-feira) e 14 (terça-feira), destes 5% disseram que votarão em branco ou anularão o voto e 4% estão indecisos. A margem de erro é de 4%.

Operação Toque de Midas

Justiça Federal pede abertura de inquérito contra Eike, Jurandil e Waldez no STF

Carolina Brígido, O Globo Online

Chegou nesta quarta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido da Justiça Federal de abertura de inquérito contra o empresário Eike Batista, investigado por tentativa de fraude à licitação de concessão da estrada de ferro que liga o município de Serra do Navio ao Porto de Santana, no Amapá. O esquema foi investigado na Operação Toque de Midas, que chegou às empresas EBX, MMX Logística e MMX Amapá Mineração - todas de propriedade de Eike. Também foi pedido, no mesmo caso, abertura de inquérito contra o deputado Jurandil Juarez (PMDB-AP) e o governador do estado, Antônio Waldez Góes (PDT).

O pedido será encaminhado ao Ministério Público para emissão de parecer e, em seguida, a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, sorteada para relatar o caso, decidirá se abre ou não a investigação. Se a resposta for positiva, caberá à ministra decidir se o inquérito será apenas contra Jurandil, que tem direito a foro, ou se todos os outros suspeitos também serão investigados na mesma instância. Os autos estão sob segredo de justiça.

O inquérito estava tramitando na 1ª Vara Federal de Macapá e, a pedido do Ministério Público Federal no estado e da Polícia Federal, o juiz Anselmo Gonçalves da Silva encaminhou o caso ao STF, porque havia autoridades com prerrogativa de foro na investigação. "A prova documental e os áudios das interceptações telefônicas deixam evidente o envolvimento direto do deputado federal Jurandil Juarez e do governador Waldez Góes", escreveu o juiz no despacho.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Excelências

Rato, Puruca, Cabeção, Piaba e Tamborzinho; Bacurau e Kenden; Calango, Pato Quebrado, Salada e Grilo.

Giro, Lemoel, Tatu, Felizardo e Moto Show; Beri e Bola; Bode, Gerrar, Gato e Lumancil.

Se você pensa que isso aí são as escalações de seleções de pelada do subúrbio está muito enganado.
São vereadores eleitos nos vários municípios amapaenses e que a partir de janeiro passam a receber o tratamento de "Excelência".

Imagine uma sessão com eles. Será mais ou menos assim:
- Concedo a palavra a S. Excia Calango
- Peço um aparte ao ilustríssimo Pato Quebrado
- Concedo um aparte a vossa excelência Tatu
- Quero dizer ao nobre e ilustre colega Rato que nesse governo que o colega Gato defende, Piaba não tem vez nem batendo Tamborzinho e não adianta o Grilo ficar a noite inteira azucrinando o Cabeção porque isso vai dar Bode. Nessa Salada que aí está a Bola da vez é o Bacurau.

Nota do PSTU

PSTU chama voto nulo no 2º turno e os trabalhadores a iniciar mobilizações

Novamente a população amapaense se vê diante de mais uma demonstração do quanto a democracia burguesa tenta impor uma realidade totalmente diferente daquela que vivemos diariamente; se esforçam em nos convencer que para manter forte a democracia, enquanto uma conquista de todos, é preciso apoiar uma das alternativas nesse segundo turno em torno aos nomes de Camilo Capiberide (PSB) e Roberto Góes (PDT). Acontece que omitem que ambos possuem o mesmo projeto: ampliar a situação de caos que vivemos afinal, nenhum deles propõem governar o município apoiado nas lutas dos trabalhadores, pelo fim da Lei de Responsabilidade Fiscal que estrangula qualquer iniciativa de aumentar investimentos em saúde, educação, salários e moradia, além de não se posicionarem quanto à sangria nos cofres públicos com o pagamento da dívida pública aos banqueiros e ao governo federal.

Votar no candidato "menos pior" é o mesmo que manter a situação que está aí!

O PSTU não concorda com a política de apoiar o “mal menor”, pois essa postura, muito comum na esquerda reformista, principalmente no PT e PCdoB, só ajuda a criar mais ilusões entre os trabalhadores e nos enfraquece frente às respostas que teremos que dar aos novos ataques que virão, ganhe um ou outro candidato, até porque eles já são bastante conhecidos do povo pobre desse município, uma vez que estão no poder há vários anos!

Em vez de apoiar alternativas burguesas nas eleições, temos que investir na luta. Um bom exemplo é priorizarmos a construção da jornada de mobilizações do dia 16 de outubro, promovido pela Conlutas e outras entidades no Brasil, no sentido de dar projeção às lutas por manutenção dos direitos sociais e contra a crise econômica, cuja dimensão brutal vai afetar fortemente os salários dos trabalhadores, coisa que as mentiras do gov. Lula encobre! Manter a independência política neste momento é fundamental o que infelizmente o PSOL jogou na lata do lixo ao se comprometer com alianças burguesas nessas eleições!

A direção estadual.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

PF apreende caçambas do Governo

A Polícia Federal apreendeu hoje à tarde 12 caçambas, carretas, caminhões e uma retroescavadeira do Governo do Estado do Amapá que estavam retirando aterro, ilegalmente, no ramal do Goiabal.
Mais de dez pessoas foram detidas e neste momento estão depondo na PF.

Eleições 2008

Partido Trabalhista Brasileiro
Comunicado
O Partido Trabalhista Brasileiro-PTB/Amapá vem de público agradecer a expressiva votação concedida pelos cidadãos de Macapá ao nosso candidato Lucas Barreto no primeiro turno das eleições municipais.

Por oportuno informamos que, observando a coerência de nossas propostas e o apelo que fizemos ao longo da campanha em prol da independência e liberdade de escolha dos eleitores,não faremos acordos ou composição para apoiar nenhum dos candidatos no segundo turno.

Aos nossos filiados, apoiadores e simpatizantes, muito obrigado!

Continuem acreditando!


Eduardo Seabra da Costa
Presidente do Diretório Regional
PTB/Amapá

As Farc no Amapá

"As Farc fazem troca de cocaína por armas no Suriname e em parte do território do Amapá."
Foi o que afirmou o chefe do escritório da UNODC no Brasil (Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crimes), Giovanni Quaglia, em entrevista ao Jornal do Brasil.

Diabinhos

Mesmo durante o Círio abriram as portas do inferno e soltaram um monte de diabinhos.
Veja alguns:

- Uma secretária de Estado distribuiu milhares de “kits-Círio” sábado à noite em troca de votos para seu candidato. Os kits eram compostos de um pato de 3,5kg, dois litros de tucupi, 10 maços de jambu, uma marmita de maniçoba, uma tigela de arroz branco, um punhado de farinha e um refrigerante.

- Lucas Barreto fechou com Roberto Góes negociando o cargo de secretário da saúde para o cardiologista Antônio Furlan.

- O prefeito João Henrique vai ser o secretário municipal de Obras se Camilo Capiberibe for eleito.

- Aborrecida porque não conseguiu se reeleger, vereadora Maria Góes agora é Camilo 40.

- Helena Guerra renuncia à candidatura de vice

- Governador Waldez Góes rompeu com a Assembléia Legislativa porque o primo não foi eleito no primeiro turno.

- Leonai Garcia vai assumir a secretaria estadual de saúde

O eleitor pergunta

A caixinha de comentários deste blog também é um meio encontrado pelos eleitores para fazer perguntas aos candidatos a prefeito de Macapá.
Hoje destacamos a pergunta da advogada e bibliotecária Veneide C.S.B e esperamos que Camilo Capiberibe e Roberto Góes respondam, do contrário vamos achar que eles só sabem responder perguntas ensaiadas.

"Sr. Candidato:
Há mais de 25 anos que, nem o Estado nem o Município, promovem concurso para o cargo de Bibliotecário, ou, sequer, constroem bibliotecas. Um Bibliotecário é mais do que um simples auxiliar de bibliotecas. É alguém que possui nível universitário e mais. O que o Sr. pretende fazer pela educação no Municipio levando em consideração que não existe desenvolvimento sem educação x leitura x cultura? Nossas crianças estão se acostumando com pesquisas pela Internet (copiar-colar). Sem falar que a Internet é privilégio de uma ínfima camada da população.
Assina: Veneide C. S. B. (Bibliotecária aposentada e Advogada)."

Artigo

Em defesa da minha cidade
José Dias Façanha

Estamos caminhando para a definição de mais uma eleição, essa para Prefeito de Macapá, que é o tema da minha preocupação legítima.
E de onde vem essa preocupação? Vem, sobretudo do estado que se encontra Macapá, caminhando para em pouco tempo chegar a meio milhão de habitantes sem que a sociedade consiga enxergar, através das intenções e do planejamento públicos, como ela será atendida a partir daquele momento.

O marco regulatório mais importante já está aprovado – que é o Plano Diretor do Município. Bastam decisão e coragem política para utilizá-lo.

Não é possível que continuemos vivendo com a ocupação irregular do espaço público sem que a Prefeitura tome qualquer providência. Como não existe calçada pública feita pelo público, o privado se acha no direito de fazê-la e utilizá-la da forma que mais lhe seja conveniente.

A proliferação de bares, restaurantes, lanchonetes e similares obrigando o cidadão andar na rua por que a calçada está ocupada é inconveniente, para não dizer odioso. Há churrasqueiras, grupos geradores, mesas, cadeiras, carros em conserto, geladeiras velhas, garagens. Há de tudo, enfim.
Já vi muros ampliados até poucos centímetros da rua. Se não há regras, faça-se do jeito que os interessados acharem melhor.

Os lotes urbanos de Macapá, que sempre os “vendi” nas minhas conversas com moradores de fora do estado, como sendo projetados para preservar espaços à frente e aos lados do imóvel, hoje são partidos ao meio e as construções acabam por tomar todo o espaço, sem áreas de boa ventilação, como se esperava.

Durante os debates dos candidatos no primeiro turno não vi uma só referência de como a saúde e a educação estão diagnosticadas (com dados consistentes, no antes e no depois) e aonde pretendem chegar, se prefeito forem. Quantas salas de aula serão necessárias pra que se obtenha o número ideal de alunos em cada unidade, com ensino de qualidade? Qual é a demanda real de leitos nos hospitais de responsabilidade da Prefeitura?

Como encarar a demanda por transporte urbano? Será que seria absurdo pensar em um corredor para veículos de transporte urbano cortando a cidade de norte a sul (Curiaú/Pacoval/Laguinho/Centro/Buritizal/Fazendinha/Santana) combinado com os deslocamentos transversais? Quem sabe com um metrô de superfície?

E o lixo? Aterro –controlado ou não- é a solução?

Ressalvo, no entanto que a falta de planejamento é um problema antigo e não é responsabilidade só da atual gestão.

domingo, 12 de outubro de 2008

Artigo

UMA FELIZ COINCIDÊNCIA
Dom Pedro José Conti, Bispo de Macapá

Por uma feliz coincidência, este ano celebramos o Círio de Nossa Senhora de Nazaré no mesmo dia em que o Brasil inteiro invoca a padroeira nacional: Nossa Senhora Aparecida. Este domingo vai ser um dia “mariano”, ao menos para os que olham Maria, a mãe de Jesus, sem pré-conceitos e sem medo de serem enganados.

Milhares de pessoas, em muitas Igrejas e Santuários, em centenas de procissões, pedirão a benção da “mãe querida”. É verdade que outros milhares de cidadãos passarão o domingo em busca de diversões, com suas famílias, colados na televisão, talvez articulando negócios e imaginando lucros. Cada um de nós vive conforme as nossas possibilidades, a sua situação, mas também correndo atrás dos seus sonhos e das suas escolhas.

Para muitos será um dia de fé, de orações, de louvor e de emoção. Para outros será um domingo qualquer. Não serve aqui discutir quem está certo e quem está errado. Talvez seja melhor nos perguntarmos quem se sentirá mais feliz ao final do dia. Quem terá puxado a corda da berlinda ou quem terá ficado indiferente, crítico ou até revoltado vendo o Círio passar?

Hoje, respeito e pluralismo, também nas expressões religiosas, são direitos adquiridos. Contudo vale a pena nos perguntar por que muitos se sentem quase na obrigação de acompanhar o Círio, de enfeitar as ruas, de manifestar alegria e entusiasmo, e outros ficam só olhando como se fosse simples folclore ou o último resquício de uma religiosidade em extinção? Não há uma resposta simples. Porque cada um responde com a prática da própria vida. Participando ou... não ligando.

E não tem jeito. Para “sentir” o Círio, precisa estar lá. O interessante é que ninguém é obrigado a participar. Vai quem quer. Vai quem se sente bem. Vai quem, no fundo do seu coração, sabe que acredita. Muitos fazem grandes esforços para não perder o Círio. Levantam cedo, participam e depois voltam para casa como podem. Cansados, porém radiantes. Voltam à vida de todos os dias, mas dizem, com a luz nos olhos: “Este ano fui ao Círio!”

Todos cantam e rezam. Muitos choram ou sentem um nó na garganta ao ver, e quase tocar, aquela multidão. Alguns vão para lembrar e agradecer, outros vão para esquecer o passado, virar página e pedir uma nova chance. Alguns pagam por promessas feitas, outros fazem promessas para o próximo ano. Alguns, simplesmente, curtem um momento diferente nas suas vidas, lá, no meio do povo. Na procissão somos todos iguais, todos um pouco envergonhados porque aquela festa acaba e nos deixa a culpa de não saber continuar a sermos mais irmãos. Se conseguimos ser felizes com tão pouco e por tão pouco, por que saímos nas ruas somente um dia e depois, quase, escondemos a nossa fé? É bonito cantarmos juntos as bênçãos de Deus, os louvores de Maria, no entanto é tão difícil, depois, partilhar amizade, solidariedade, compaixão e misericórdia.

Maria de Nazaré - Nossa Senhora de tantos nomes - sempre será o que foi: a pobre moça de uma aldeia desconhecida da Galiléia, que nunca inventou nada, nunca escreveu nada, nunca fez nada para ser famosa. Nunca ganhou concurso, prêmio ou medalha.

Contudo Maria sempre será a “bendita entre as mulheres” como também aquela que “todas as gerações chamarão de bem-aventurada” porque, um dia, aceitou colaborar com o projeto de Deus. O sim de Maria transformou a vida dela e a vida da humanidade. Quando entendermos que Deus não quer disputar conosco, mas que Ele quer ser o nosso grande amigo; quando compreendermos que o sentido e a felicidade da nossa vida consistem em acolhermos o seu maravilhoso plano de amor, nesse momento a nova humanidade, que Jesus começou, será também a nossa. Maria abre a fila destas novas pessoas, capazes de oferecer a própria vida, confiando mais em Deus que nos seus pobres planos humanos.

No dia do Círio deixemos entrar o Senhor na nossa vida. Ele vai mudá-la, por dentro e por fora. Não deixemos fugir das nossas mãos e dos nossos corações um momento tão bonito, humano e fraterno. Guardemos conosco um pouco daquela fé que nos faz cantar e chorar de alegria, como Maria, que guardava os acontecimentos e os meditava no seu coração. Porque Maria une as famílias, abranda as iras, nos liberta do ódio e da vingança. Maria nos ensina a rezar. Ela nos ensina a ser humildes, pobres, sem poder, mas felizes.

Feliz Círio!

Oh, Virgem de Nazaré,
abençoa, protege e ilumina
o povo amapaense
e todos os visitantes deste blog.

sábado, 11 de outubro de 2008

Círio 2008







Milhares de pessoas acompanharam hoje à noite a trasladação da imagem da Virgem de Nazaré, da nova Catedral até a Igreja Nossa Senhora de Fátima.




Para homenagear a Virgem de Nazaré o macapaense enfeita a frente da casa com balões, faz altar, solta fogos ou coloca faixas

Círio 2008

Cresce a devoção a Nossa Senhora de Nazaré

O Círio de Nossa Senhora de Nazaré ocorre em Macapá há mais de 70 anos, uma devoção que cresce cada vez mais, inclusive entre as crianças e jovens. A programação que antecede e prepara a grande procissão do segundo domingo de outubro, este ano foi uma das maiores já realizada pela Diocese de Macapá.

Desde meados da década de 90, com o incentivo do bispo Dom João Risatti, a peregrinação da imagem, que simboliza a mãe de Jesus, percorre os mais diversos pontos da cidade. Em 2008, diante de tantos pedidos oficiais e verbais, a coordenação da festa religiosa decidiu realizar a peregrinação nas paróquias, com as tradicionais romarias, visitas, reza do terço e celebração da Santa Missa.

Milhares de pessoas, entre as quais muitas crianças e jovens, acompanharam as peregrinações paroquiais, com as imagens de Nossa Senhora de Nazaré visitando muitas escolas, capelas, comunidades, famílias, grupos de enfermos, ruas e avenidas de diversos bairros da capital do meio do mundo. A iniciativa multiplicou os momentos de orações, celebrações, homenagens e devoções, assim como a preparação espiritual e comunitária para a participação no Círio.

Duas imagens da Virgem de Nazaré, de acordo com o roteiro oficial, visitaram as sedes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, outras instituições, assim como hospitais, abrigo, penitenciária, escolas governamentais e particulares, universidades, faculdades e empresas. Uma das imagens que peregrinou foi a menor e mais antiga, a que mora no Carmelo de Santa Terezinha no decorrer do ano e que até 2005 seguia na berlinda do Círio. A outra imagem maior foi entronizada em 2006 e fica o ano todo ao lado de São José, na nova Catedral.

Foram mais de vinte dias de reflexões sobre o tema central do Círio: Maria, mãe da vida! No último dia de visitações, ontem, 10 de outubro, às 10 horas, saindo da praça da Bandeira, o bispo de Macapá Dom Pedro Conti fez um sobrevôo de helicóptero sobre a cidade, dando a benção para toda a população. Às 19 horas, na Nova Catedral, outra solene celebração concluiu o período de peregrinações.

Em seguida aconteceu a Noite de Louvor a Maria, com show musical de bandas católicas, do padre e cantor Joãozinho, na quadra da paróquia de São José, na avenida Presidente Vargas. Durante a celebração e o show musical, Dom Pedro José Conti recebeu homenagens pela passagem de seu aniversário de 59 anos de vida.

Hoje, sábado, as diversas equipes intensificam os serviços, como a ornamentação da berlinda, ensaios litúrgicos, testes da sonorização. Às 19 horas, após a Missa na Nova Catedral sai a procissão de transladação da imagem, seguindo pela rua General Rondon/ av. Cora de Carvalho/ igreja Nossa Senhora de Fátima.

Domingo, dia 12, às 7h30, na praça Nossa Senhora de Fátima, Missa Solene presidida por Dom Pedro José Conti e concelebrada por todos os padres de Macapá. Após a Missa a procissão do Círio, com o mesmo itinerário do ano passado: rua Hildemar Maia/ av. Mendonça Furtado/ rua Hamilton Silva/ av. Presidente Vargas/ rua Cândido Mendes/ chegada na praça Veiga Cabral e a benção final da frente da antiga Catedral. E às 19 horas começa o novenário que prosseguirá até o dia 17 de outubro, assim como outros programações culturais e litúrgicas.
(Oscar Filho – Pastoral da Comunicação)

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Lembras...

quando se fazia a maniçoba no fogo à lenha no fundo do quintal? Era uma tarefa das nossas avós. Durante uma semana elas se dedicavam a fazer a maniçoba do almoço do Círio. Tinha que cozinhar a maniva durante sete dias para "matar" o veneno. Lembras?

Gitinhas...

O cartório da 10ª zona eleitoral reúne hoje à tarde (16h) com os representantes dos candidatos Camilo Capiberibe e Roberto Góes para a distribuição da propaganda eleitoral no rádio e na TV para o 2º turno.

A reeleição do prefeito de Santana, Antonio Nogueira, vai ser comemorada neste sábado, 11, com uma micareta que começa às 17h na avenida Santana. A concentração será bem pertinho da Praça da Bíblia, na esquina da Cláudio Lúcio Monteiro.

A petezada que apóia Roberto Góes, capitaneada por Dalva Figueiredo e Joel Banha, estará reunida com ele hoje à noite, a partir das 20h na Fábrica Show. Já a petezada que apóia Camilo Capiberibe está elaborando um manifesto para ser lançado semana que vem.

Um grupo de jornalistas reuniu com Camilo Capiberibe e Randolfe Rodrigues quarta-feira. Ofereceu apoio a eles, mas em troca pediu a realização de concurso público para jornalistas e a criação da Secretaria Municipal de Comunicação.

Os sítios dos candidatos Roberto Góes (
www.robertogoes12.can.br) e Camilo Capiberibe (www.camilo40.can.br) já voltaram a ser atualizados.

Olha só quem está chegando para reforçar a campanha de Camilo Capiberibe: Chico Alencar, José Nery, Heloísa Helena, Ciro Gomes e Luíza Erundina.

Lucas Barreto (PTB) continua pescando, pescando, pescando...

O que se comenta nas rodinhas de botecos, barbearias e feiras: “a chuva que caiu na cidade na quarta-feira não é coisa de Camilo até porque ele não está com essa bola toda com São Pedro.”


A Confraria Tucuju manda avisar que o projeto Concertos de Verão foi suspenso excepcionalmente nesta sexta-feira, 10, em razão da programação que antecede o Círio de N. Srª. de Nazaré, a ser realizada na quadra da Paróquia de São José.

Hoje, a partir das 19 horas, na quadra de Paróquia de São José, haverá uma grande noite de louvor a Maria, com shows musicais de bandas católicas e venda de iguarias, encerrando a peregrinação da imagem da Virgem de Nazaré, iniciada dia 15 de setembro.


Por onde a gente passa sente, vindo das casas, o cheiro gostoso de maniçoba que dá água na boca. É o macapaense já cuidando com todo carinho do almoço do Círio, onde não pode faltar nem a maniçoba nem o pato no tucupi.

Mora no meu coração

Cardiologista e cirurgião Antônio Furlan

PCdoB declara apoio a Roberto Góes

PCdoB é o primeiro a aderir ao nome de Roberto no segundo turno

Diário do Amapá
O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) foi a primeira legenda a aderir oficialmente à candidatura de Roberto Góes (PDT), neste segundo turno das eleições municipais em Macapá. Depois de uma longa reunião na manhã de ontem e de consultar os correligionários, a direção do partido aderiu a Góes num grande evento realizado à noite, no Cine Teatro Imperator, no Laguinho, que esteve tomado pela militância.
No p
rimeiro turno das eleições deste ano, o PCdoB compôs a chapa do PMDB rumo à Prefeitura de Macapá, que tinha
como candidata a prefeita a deputada federal Fátima Pelaes. O candidato Roberto Góes, a vice Helena Guerra (DEM), além de outros políticos importantes que estão marchando com o pedetista na sucessão municipal compareceram ao evento de ontem, com destaque para o presidente do PCdoB Luiz Pingarilho e o deputado federal Evandro Milhomem.
Roberto Góes lembrou que no primeiro turno da eleição, dos sete candidatos que estavam no pleito, quatro eram da base de apoio ao Governo do Estado. “Esses votos dos governistas, somados, chegam a 42% do total, o que será um diferencial a nosso favor neste segundo turno”, avalia o pedetista.
Roberto disse também que tão logo acabou a eleição no domingo (5) ele e sua coordenação de campanha iniciaram as primeiras conversações com relação aos apoios para o segundo turno. “Conversamos com todos os candidatos e até o final de semana esperamos colocar a campanha nas ruas já com todos os apoios definidos”, disse Roberto, que nesta sexta-feira participa de uma grande reunião com a militância da deputada federal Dalva Figueiredo, às 20 horas, na Fábrica Show.

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Gitinhas

O vice-governador e secretário da Saúde Pedro Paulo (PP) que se cuide. Já está prontinho pra entrar em pauta um requerimento para criar a CPI da Saúde. É o tal do fogo amigo.

Coordenação da campanha de Roberto Góes (PDT) mandou Paracy Negreiros descansar e trouxe do Maranhão dois marqueteiros para cuidar do programa de televisão neste segundo turno. Os maranhenses trabalharão sob a coordenação do deputado e radialista Edinho Duarte (PMDB), que não conseguiu eleger o filho Diego para a Câmara de Vereadores.

Os comunistas já decidiram: apóiam Roberto Góes. Os petistas estão divididos: uma parte vai vestir azul e outra, como nos velhos tempos, volta a vestir amarelo.

Segunda-feira, 13, ainda com o gosto do pato do tucupi e da maniçoba do Círio, começa o horário eleitoral do segundo turno. No rádio será das 7h às 7h20 e das 12h às 12h20, e na TV das 13h às 13h20 e das 20h30 às 20h50.

"Cem arma, cem drogas, cem violência - agradecemos a preferencia e acima de tudo nossa percistencia - é nois". Este foi o bilhete deixado por bandidos no cofre de um posto bancário no Mato Grosso do Sul de onde levaram R$ 160 mil.

A partir do dia 15 deste mês até 15 de fevereiro de 2009 estará proibida a pesca de arrasto de camarão das espécies rosa (Farfantepenaeus paulensis, F. brasiliensis e F. subtilis), branco (Litopenaeus schmitti ) e sete barbas (Xiphopoenaeus kroyeri), no litoral do Amapá, Maranhão, Pará e Piauí.

Sítios dos candidatos a prefeito de Macapá Roberto Góes (
www.robertogoes12.can.br) e Camilo Capiberibe (www.camilo40.can.br) ainda não voltaram a ser atualizados.

Lucas Barreto foi pescar. Deve voltar domingo e na segunda-feira vai dizer se sobe em algum palanque neste segundo turno ou se volta para a pescaria e por lá fica até o final de outubro.

Aos 81 anos a ex-primeira dama do Amapá Yeda Nova da Costa continua linda, elegante e super simpática. Ela e o marido Jorge Nova da Costa ficam em Macapá até domingo.


Fiquem com água na boca. Ontem, no aniversário do meu cunhado Dias, eu comi o mais delicioso quibe cru que já provei na vida. Foi um mimo da mãe do Charles Chelala ao Dias e juro pra vocês: ninguém faz um quibe melhor que ela.

Já vou. Mas antes das 12 horas eu tô de volta.

Artigo

SE EU FOSSE O LUCAS
João Silva

Uma entradinha no blog da companheira Alcinéa Cavalcante e lá está uma pesquisa interessante envolvendo o internauta eleitor. A jornalista quer saber qual é a opinião de uma faixa mais qualificada da população, das pessoas que têm computador em casa, sobre o que deveria fazer o ex-deputado Lucas Barreto no segundo turno.

Achei a idéia interessante, embora não tenha postado meu comentário, o que deixei pra fazer com calma, pensando, na madrugada, quando o silêncio nos faz ouvir direito o som, avaliar melhor o significado das palavras, pesadas e medidas. Eu gosto de escrever de madrugada, é meu horário preferido, quando a sineta não toca, a secretária não bate à porta, carros e buzinas descansam.

Menu oferecido ao leitor, contendo as perguntas quebra um pouco o convencional, porque além das alternativas óbvias, oferece uma que eu gostei muito. As perguntas formais são aquelas imagináveis: você acha que Lucas Barreto deve apoiar Camilo Capiberibe? Acha que ele deve apoiar Roberto Góes? Ou acha que deve ficar em cima do muro?

Eu acho que ele deve ir para o sítio dele pescar e só voltar no dia da eleição, como propõem a última pergunta do questionário aberto no blog da jornalista. É isso aí: Lucas de papo pro ar, gozando férias de alguns dias perto da natureza, unindo o útil ao agradável, se possível sem celular, sem internet, longe dos emissários inoportunos balbuciando cifras tentadoras.

Que deu a Lucas Barreto o resultado desta eleição? Deu muita coisa que ele não pode jogar fora assim de repente, seduzido pela emoção momentânea ou pela enxurrada de propostas, cuja aceitação poderá desfigurá-lo diante da consideração do eleitorado tendo em vista discurso de mudança, de independência do governo e da oposição, uma constância nos debates em que compareceu.

Lucas ainda precisa refletir sobre votações ilusórias; elas fazem um capitulo a parte na história da política do Amapá; políticos que obtiveram maciça votação para o Senado, por exemplo, não conseguiram se eleger vereador nem prefeito de Mazagão; outros foram conduzidos à vitória inesperada, caso de João Henrique em 2006 contra Janete Capiberibe, derrotada pelas eventualidades de um debate desastroso para a candidata do PSB, e outras coisas. Os 43 mil votos que obteve, são mesmo de Lucas Barreto ou pertencem ao empresariado, que fechou com ele ao apagar das luzes do primeiro turno?

É uma pergunta que fica em aberto. Em relação a João Capiberibe, não; seria respondível em tempo real; o líder do PSB vem demonstrando que tem voto; perdeu para Waldez em 2006, mantendo os 33% dos votos válidos, fez da mulher, Janete, a candidata à deputada federal mais votada do Amapá e do Brasil, em termos proporcionais, com 30 mil votos e, agora, manteve, com Camilo, os 33% dos votos válidos apurados na briga pela PMM. Isso é um fato.

É bom lembrar que as eleições deste ano marcam a mudança no perfil do eleitor. Quem votou em Lucas Barreto sabe que ele foi traído pelos seus companheiros da AL, depois de haver tirado a instituição de uma crise de falta de credibilidade, mas foi excluído do projeto de poder que elegeu Waldez Góes Governador do Estado, em 2006 quer eleger Roberto Góes prefeito agora, Jorge Amanajás Governador e Waldez Góes Senador da República em 2010.

Portanto, do lado direito falta espaço, camaradagem, alternativa. Pedro Paulo, vice-governador, está em rota de colisão com Jorge Amanajás (PSDB) e o grupo da Assembléia por razões que vão buscar as eleições de dois mil e dez. Problema é que Jorge quer o governo que Pedro Paulo (PP) quer também.

Na esquerda, não sei o que se passa pela cabeça da sua maior liderança, mas há até bem pouco tempo João Capiberibe queria voltar ao Senado, Cristina Almeida se eleger vereadora, Camilo prefeito e Janete Capiberibe continuar deputada federal. Resta especular sobre o que a esquerda pensa sobre a corrida para o Governo do Estado em 2010, no que vejo uma chance de composição entre PSB, de João Capiberibe, e PTB, de Lucas Barreto e Eduardo Seabra, já que a pista parece vazia de pretendentes.

Neste caso, a composição teria que ser feita já, agora, com a intenção de promover as conseqüências desejadas pelos dois lados em termos do segundo turno da eleição para a Prefeitura de Macapá, dizem especialistas olhando quadro e os seus meandros por cima das questões de cunho ideológico e partidário. São ilações que qualquer um faria, já que são factíveis, poderiam acontecer, dependendo das partes.

Mas isso é com o Lucas e é hora de ir com calma, manda a política mineira nessas ocasiões, para lembrar Tancredo e outros mineiros ilustres. Melhor mesmo é reunir pessoas que ama, pegar o caniço, botar algumas iscas naquele copo de vidro, montar naquela railux reluzente e tomar o rumo daquele lugar onde o rio faz a curva, infestado de tucunaré e pacu gordo mais que abundantes nesta época do ano...

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Feliz aniversário, Dias!

Hoje todo meu carinho para o meu amado e adorado cunhado Coronel Dias que está aniversariando. Dias, marido da mana Alcilene, é uma pessoa super super especial para mim, meu marido e meu filho. É um grande amigo, um verdadeiro irmão.
Meu cunhado, eu agradeço a Deus por você existir e peço a Ele que te proteja todos os dias, derramando sobre você e sobre seu lar muitas bênçãos, saúde, amor e paz. Que todos os teus dias sejam luminosos e cheios de alegria e ternura, independente de ser aniversário ou não.

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Lucas Barreto desmente

A assessoria de Lucas Barreto (PTB) desmentiu notícia veiculada na edição de hoje do Jornal do Dia dando conta que ele decidiu apoiar Roberto Góes (PDT).
A assessoria informou que só na próxima segunda-feira, 13, o PTB reunirá para decidir que atitude vai adotar neste segundo turno.
A reunião será às 16h na sede do partido.

Na sua opinião, caro internauta, o melhor que Lucas Barreto tem a fazer é:
a) Assistir de camarote a disputa entre Camilo e Roberto
b) Apoiar Camilo
c) Apoiar Roberto
d) Começar agora a campanha para disputar o governo em 2010
e) Ir pescar e só voltar da pescaria no dia da eleição

Salomão Larêdo ganha o "Prêmio Monteiro Lobato"

O livro de conto “Sarrabulho – a lenda da Cobra Norato”, do escritor paraense Salomão Larêdo, é o grande vencedor do cobiçado “Prêmio Monteiro Lobato”, concedido pela União Brasileira de Escritores. O prêmio será entregue dia 31 na Academia Brasileira de Letras, no Riode Janeiro.

O escritor Salomão Larêdo, que também é professor,jornalista e advogado, há alguns anos obteve outro prêmio da UBE pelo seu livro de contos “Timbuí, a lenda da anta”. Escritor de muitos prêmios nacionais por seus trabalhos literários, Larêdo tem mais de quarenta livros publicados em edições independentes, entre romances, contos e na área da memória.

Em “Sarrabulho – a lenda da Cobra Norato”, o autor em texto customizado ficcionou a partir das diversas versões da lenda existente na literaura amazônica e cuja versão mestra utilizada na mimese consta do final da obra em que trabalha a narrativa com as duas personagens principais: o Noratinho, que é do bem e faz doutorado na Alemanha, e sua irmã Maria Caninana, que é do mal e que o autor apelida de cidadã Kane, ou Jill Bóia ou Kanina ou Abilia ou Lia ou Kanna, também Kani ou simplesmente Naná, dependendo da situação que ela se envolva ou do lugar onde trafegue: Sri-Lanka, Paris, Hamburgo, Belém, Cametá ou Moju ou Londres ou Cambodja, porque Maria é mulher versátil e usa suas flexibilidades para sobreviver nas relações do mundo globalizado e de economia neoliberal que evidencia o ter no lugar do ser humano.

Procurando parente

“Meu nome é Conceição (Dica). Estou procurando Rosa dos Santos Mercês ou dos Santos Pinheiro, filha de meu tio Raimundo Mercês da Silva e Maria José dos Santos Mercês. Em 1971 ou 72 foi com uma família chamada Epifânio para Macapá aos seus 12 ou 13 anos mais ou menos. Eu pouco me lembro, eu era mais jovem, tenho poucas recordações. O pai foi visitá-la uma vez, depois perderam o contacto. Ela tem mais 11 irmãos Martinho, António, Antónia, Filomena, Socorro, Manoel etc.etc.
Se você tiver alguma informação contacto concis@globo.com
Desde já obrigada.”

Idéias de Jeca-Tatu completa cinco anos

Amanhã tem festa na blogosfera para comemorar os cinco anos do “Idéias de Jeca-tatu” – o blog mais antigo do Amapá.

Na época em que o Idéias surgiu, os blogs eram na maioria diários virtuais, com pouco conteúdo de interesse público. A novidade introduzida por seu autor, o professor universitário Ivan Carlo Andrade de Oliveira, foi justamente apresentar um blog com muito conteúdo, textos, contos, crônicas, análises, críticas, resenhas e links para notícias sobre os mais variados assuntos. O Idéias o primeiro blog amapaense a falar de temas como histórias em quadrinhos ou marketing.
Nesses cinco anos o blog já ganhou prêmios, como o destaque do Weblogger, e foi linkado por milhares sites e blogs das mais diversas regiões do Brasil e do mundo. Aqui ele é linkado e indicado como blog pai d’égua.
Como forma de comemorar os cinco anos de existência, estão sendo republicados os textos mais antigos, o que permite ao leitor ter uma idéia da variedade de temas tratados.

Em tempo: o nome do blog é uma referência ao livro Idéias de Jeca Tatu, de Monteiro Lobato, no qual ele apresentava suas idéias sobre estética e literatura.

Bom dia!

Fui buscar esta bromélia no jardim do mano Alcione pra deixar tua terça-feira mais bonita

(Agora vou ali atrás de umas notícias. Volto mais tarde.)

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Bolsa de apostas

E agora?
Em que palanque estarão Lucas Barreto (PTB), Dalva Figueiredo (PT), Moisés Souza (PSC) e Fátima Pelaes (PSDB)?
A bolsa de apostas está aberta.

Eleições 2008

MACAPÁ
Camilo Capiberibe (PSB) e Roberto Góes (PDT) disputam o segundo turno em Macapá. Capiberibe teve 33 % e Góes 26 %.
Os dois já disseram que vão procurar imediatamente o ex-deputado Lucas Barreto (PTB) – que foi o terceiro colocado com 25% dos votos. Mas além de Barreto, eles vão procurar também os demais candidatos. “Com humildade vou procurar todos”, disse Góes. “Quero conversar com todos a partir de hoje”, disse Capiberibe. Ele comemorou a vitória com a militância numa grande festa na frente da sede do partido.

Roberto Góes preferiu não fazer festa. Tão logo a apuração foi concluída ele iniciou uma série de visitas a amigos, familiares e correligionários para agradecer pelo empenho no primeiro turno, ao mesmo tempo, em que pedia o mesmo entusiasmo para a próxima etapa. A primeira visita que fez foi a casa de sua mãe, vereadora Maria Góes – que não conseguiu se reeleger.
Tanto a eleição como a apuração foram tranqüilas em Macapá. Apenas 26 pessoas foram presas fazendo boca de urna e somente 11 urnas eletrônicas apresentaram problemas. Imediatamente substituídas, não provocaram atraso significativo na votação.

Câmara – Dos dezesseis vereadores macapaenses apenas cinco conseguiram a reeleição. Um deles é Charly Jhony (PP) – que na noite de sábado foi preso pela Polícia Federal portando mais de R$ 4 mil reais em cédulas de pequeno valor que seriam usadas supostamente para a compra de votos. Charly só foi solto na tarde de domingo, faltando uma hora para o final da votação e depois de ter pago uma fiança no valor de R$ 10 mil.


SANTANA
O prefeito Antônio Nogueira (PT) foi reeleito com 46,89% dos votos. Rosemiro Rocha ficou em segundo lugar com 34,15% e Geovani Borges teve apenas 17,53%.

OUTROS MUNICÍPIOS
Francimar Santos (PT) foi reeleita prefeita da Serra do Navio.
Récio perdeu a eleição em Calçoene para a empresária Lucimar.
Em Cutias ganhou a eleição o médico Paulo Albuquerque.
Os Borges perderam em Mazagão. Lá o vitorioso foi Marmitão.
Em Amapá o ex-prefeito Peba venceu o pleito
Em Ferreira Gomes o petista Valdo venceu
No Laranjal do Jarí Euricélia foi reeleita
Bessa foi reeleito em Porto Grande
Agnaldo Rocha é o prefeito eleito de Oiapoque.

Na Pedra Branca Zezinho foi reeleito
Em Pracuúba a vitória foi de Mosaniel
O ex-prefeito Luís Beirão venceu em Vitória do Jari
E em Tartarugalzinho Rildo foi reeleito

domingo, 5 de outubro de 2008

Os vereadores eleitos - Macapá

Acácio Favacho
Rilton Amanajás (reeleito)
Cristina Almeida
Clécio Vieira (reeleito)
Nélson Souza
Aldrin
Adriana Ramos
Grilo (reeleito)
Ruzivan
Marcelo Dias
Luisinho da CEA
Jean do NAE (reeleito)
Jaime Perez
Charly Jhony (reeleito)
Péricles
Carlos Murilo

Eles estão no segundo turno

Camilo Capiberibe (PSB) e Roberto Góes (PDT) disseram que hoje mesmo vão começar a procurar os outros candidatos para ampliar o leque de apoio para o segundo turno.
Camilo - que foi o mais votado - disse que sua votação deixa claro que o povo macapaense quer mudança.
Roberto Góes disse que sua votação mostra que seu programa de governo é viável porque foi discutido com a comunidade.

Frase ouvida em todos os cantos da cidade

"Marconi nos olhos dos outros é refresco"

É uma referência ao juiz eleitoral Marconi Pimenta que não está dando refresco para a turma que vive aprontando por aí cometendo crimes eleitorais.

Imagens da eleição

Lucas Barreto (PTB) votou na Escola Gabriel de Almeida Café


Camilo Capiberibe (PSB), na Escola Guanabara. Antes do voto, uma entrevista

Roberto Góes (PDT) na escola José de Anchieta


Aos 90 anos, Anníbal Barcellos não abriu mão do direito de votar. Por volta das 10h, acompanhado do filho deputado Alexandre Barcellos e assessores, o velho comandante chegou à escola Guanabara para votar. Conversou com eleitores, contou histórias, cumprimentou todo mundo e levou cerca de 30 segundos na cabine de votação.
Barcellos foi duas vezes governador do Amapá, foi deputado federal constituinte, prefeito de Macapá e vereador.

Mesmo de bengala e com o braço na tipóia por causa de um grave acidente de trânsito que sofreu há 30 dias, o ex-prefeito Azevedo Costa fez questão de ir votar.



A dificuldade de caminhar não impediu este simpático casal de exercer o direito do voto. Ela apoiada na bengala, ele apoiado nela: o importante é participar desta festa da democracia.

Na caixinha de comentários Tadeu Pelaes informa:
"Esse simpático casal é Rui Olavo Cunha de Menezes e Parady Menezes. Rui Menezes foi um dos pioneiros servidores do INCRA/Ap e dirigentes na implantação da reforma agrária, com atuação na Divisão Territorial Técnica do Amapá e subordinada a Superintendência Regional do INCRA/PA. Teve participação, também, como dirigente do E.C. Macapá na década de 70. O casal tem duas filhas em Macapá, Rudi e Cléia. Cléia é esposa do deputado estadual Jorge Salomão e, sempre o casal se faz presente em Macapá para poder exercer o seu direito democrático. Atualmente, acredito, que Rui Menezes e Paradi residem em Brasília. Aliás, Rui Menezes foi um exímio campeão de Pipas no bairro Jacaré Acanga, atual Jesus de Nazaré."

Na boca da urna

Onze pessoas estão presas na Polícia Federal e 12 no Corpo de Bombeiros. Elas foram presas pela Polícia Federal fazendo boca de urna. Estavam com dinheiro comprando voto dos eleitores.

Apenas onze urnas apresentaram problemas em Macapá. Todas foram substituídas imediatamente.

Até às 19h estará concluído o processo de apuração em Macapá.

Charly Jhony continua preso

Preso ontem à noite, junto com a mulher, um irmão e um assessor, o vereador Charly Jhony continua preso. Da PF ele foi transferido para o quartel da Polícia Militar.
O grupo foi preso portanto uma alta quantia em dinheiro em cédulas de pequeno valor que, supostamente, seriam usadas para a compra de voto.
Para o grupo ser solto terá que pagar fiança de R$ 25 mil. A fiança mais alta é a do vereador: R$ 10 mil. Para os demais foi arbitrada o valor de R$ 5 mil para cada um.

As 10 maiores mentiras da política do Amapá

1 - Você vai ser meu suplente. Eu cumpro a metade do mandato e você a outra metade;
2 - O Amapá vai ter força no Senado
3 - O Amapá pros amapaenses
4 - Macapá vai brilhar;
5 - Eu vim aqui para servir não para ser servido;
6 - No meu governo mando eu;
7 - Com parceria e harmonia, vamos ter governabilidade e o Amapá, até que enfim, vai se desenvolver;
8 - Eu coloquei XXXX milhões de recursos em emendas. Os responsáveis não souberam elaborar os projetos e os recursos não vieram;
9 - Uma creche em cada bairro;
10 - Na minha administração não contratarei nenhum parente, nenhum incompetente, nenhum puxa-saco;

sábado, 4 de outubro de 2008

PF prende Charly Jhony

Está detido na Polícia Federal o vereador Charly Jhonny (PP) e vários de seus assessores. No momento da prisão eles portavam uma grande quantidade em dinheiro em cédulas de pequeno valor supostamente para a compra de votos. Também com eles foram apreendidos cadastros de eleitores.
A prisão foi na própria casa do vereador.

Santana - Também estão presos na PF cabos eleitorais de um candidato a vereador de Santana.

A propaganda eleitoral era assim

Há cerca de 30 anos era assim que se fazia a propaganda eleitoral.
O político da foto é o Tupinanbá. Era funcionário da Caesa, candidatou-se a vereador e foi eleito.
Hoje não sei por onde ele anda nem o que faz.

Se votava assim

Se não me engano essa foto é de 1990. O jornalista e político Elfredo Távora no momento que exerce o direito do voto. Ainda não havia urna eletrônica.

Eles eram vereadores

Chefe Humberto, Juvenal Canto, Yacy Alcântara, Tupinambá e Manuel Bezerra.
(Essa foto tem mais de 20 anos)